Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Sections
Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Notícias 2013 Uefs presta informações sobre ocorrência policial no campus

Uefs presta informações sobre ocorrência policial no campus

A respeito de notícias veiculadas em redes sociais e em blogs sobre tiros que teriam sido disparados no campus universitário na noite de terça-feira (12), a Unidade de Infraestrutura e Serviços (Uninfra) da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) torna público algumas informações a respeito do ocorrido.

 Os fatos narrados por vigilantes da empresa que presta serviço de segurança ao campus dão conta de que na noite de terça-feira (12 de novembro de 2013), por volta das 22h, o veículo em que se encontravam foi alvejado por tiros. Eles revidaram, chamaram, por rádio, o auxílio de colegas. Não houve feridos.

A suspeita é de que os tiros foram disparados por pessoas que se encontravam fora do campus, já que o fato ocorreu numa área remota, próximo ao muro que limita a Uefs com a localidade conhecida como Pau de Légua e o bairro Novo Horizonte, distante do último módulo de salas de aulas (o módulo 7) e de setores administrativos. Nesta área, tanto dentro como fora dos muros, não há circulação de pessoas, salvo os vigilantes que realizam rondas dia e noite.

O campus da Uefs está localizado numa área murada de aproximadamente 1 km quadrado, a maior parte composta, ainda, por mata virgem, como a que ocorreu o fato. Nos locais de trânsito de pessoas, existem guaritas com vigilância que controla o acesso de estudantes e de moradores das proximidades e que utilizam os pontos de ônibus localizados no campus.

Ao tomar ciência dos fatos, a Uninfra recomendou à vigilância que fizesse o registro da ocorrência na Polícia Civil, para apuração.

Conforme Fábio Brito, chefe da Uninfra, o procedimento de ronda realizado pelos vigilantes no perímetro do campus universitário é uma prática de rotina que visa a prevenção de ilícitos, a coibição de delitos e o acesso de pessoas portando armas no campus. Este procedimento, garante,  continuará a ser realizado para garantia da segurança na Universidade.

 

FSA, 14/11/13