Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Sections
Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Notícias 2012 Aluna de Biologia é a primeira estudante da Uefs a fazer intercâmbio na Ásia

Aluna de Biologia é a primeira estudante da Uefs a fazer intercâmbio na Ásia

   Pela primeira vez, a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) envia estudante para intercâmbio em um país asiático. Jade Cseko Nolasco Ribeiro, 20 anos, do curso de Bacharelado em Ciências Biológicas, vai cursar um ano na Sogang University, em Seul, Coreia do Sul. O protocolo do intercâmbio foi assinado na manhã desta sexta-feira (1º/2) com a presença do reitor José Carlos Barreto.

   A estudante, que completou o quinto semestre, foi beneficiada com bolsa do Programa Ciência sem Fronteiras, dos Ministérios da Educação e de Ciência e Tecnologia, concorrendo com alunos de diversos estados brasileiros. Jade Ribeiro disse que a escolha pela Coreia do Sul se deu em função da oferta de disciplinas Jade Nolasco Ribeiro - intercambista Ásia 1-2-13relacionadas à Biologia. Mas, revelou que também está interessada na cultura local e, por isso, fez matrícula em disciplinas como História da Coreia do Sul e da Ásia.

   Presente na assinatura do intercâmbio, Marjorie Nolasco, mãe da estudante e professora do Departamento de Ciências Exatas da Uefs, elogiou a atuação da Assessoria de Relações Institucionais (Aeri), que tem proporcionado oportunidades para o intercâmbio de centenas de alunos. Ela salientou que a Uefs acompanha a permanência do intercambista no exterior dando a devida assistência.

   Maximiliano Rubens Ribeiro, pai da intercambista, afirma que incentivou a filha, apesar do “coração apertado”. Conforme disse, “ela estará longe, em um país de cultura bastante diferente do nosso, mas acredito no crescimento profissional e pessoal de Jade”.

   A professora Cleide Mércia Pereira, orientadora da intercambista, acredita que a viagem de Jade Ribeiro vai incentivar a opção de outros estudantes por países asiáticos, reduzindo a tendência por países das Américas e Europa. Ela elogiou a “excelência do trabalho da equipe da Aeri, que se constitui em diferencial em relação a outras instituições de ensino do país”.

   O assessor de Relações Institucionais da Uefs, Washington Franca-Rocha, disse que a Aeri tem obtido sucesso na concretização de intercâmbios no exterior em função da parceria desenvolvida entre os setores da Universidade, em especial com as coordenações dos Colegiados.

   Para o reitor José Carlos Barreto, o intercâmbio é uma oportunidade não apenas para práticas acadêmicas, como também de imersão cultural. O reitor espera que coreanos sejam incentivados a fazer intercâmbio na Uefs, como tem ocorrido com estudantes de instituições de outros países que a Universidade mantém parceria.

Notas relacionadas:

- Oficializadas mais 25 bolsas de intercâmbio no exterior - 25/1/13

- Uefs envia mais um grupo de estudantes para intercâmbio no exterior - 18/1/13

Ascom/Uefs

1º/2/13