Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Sections
Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Arquivo de notícias 2007 Novo Estatuto da Uefs deverá atender às transformações sociais

Novo Estatuto da Uefs deverá atender às transformações sociais

A Uefs iniciou, nesta quarta-feira, o processo de construção do novo Estatuto, que substitui o atual documento, em vigor desde 1976. Representantes das comunidades interna e externa participaram, pela manhã, do Seminário Reflexões sobre a Estatuinte, realizado no Auditório Central. As atividades prosseguem, à noite, no auditório do módulo 4. LEIA MAIS...

Novo Estatuto da Uefs deverá atender às transformações sociais

Nos debates, foram levantadas questões como autonomia, participação e sintonia com as transformações sociais. Foto: Edvan Barbosa - Ascom/Uefs.

   Foi iniciado, nesta quarta-feira (5), o processo de construção do novo Estatuto da Universidade Estadual de Feira de Santana, que substitui o atual documento, em vigor desde 1976. Representantes das comunidades interna e externa participaram, pela manhã, do Seminário Reflexões sobre a Estatuinte.

      Os trabalhos foram abertos pelo reitor José Carlos Barreto de Santana, que salientou sobre o compromisso assumido pela atual administração de instalar a estatuinte. O vice-reitor Washington Almeida Moura, que coordena o processo, explicou que o Seminário se constitui no primeiro de outros eventos que servirão para a construção do Estatuto.

   Na palestra de abertura, o professor convidado Otaviano Augusto Helene, diretor da Associação dos Docentes da Universidade de São Paulo, afirmou que o processo de elaboração do novo documento deve estar em consonância com as particularidades da Universidade. Tais características, afirma, variam conforme o tempo e o espaço no qual a instituição está inserida.

   Por sua vez, o professor José Edílson Amorim fez relatos sobre a experiência da estatuinte da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), da qual é vice-reitor. Dentre as colocações feitas, ele chamou a atenção para a otimização do tempo durante o processo de elaboração do Estatuto, no sentido de que “as pressas para determinados temas não prejudiquem os trabalhos”.

   Autonomia

   Durante os debates, o estudante Filip Polli, do curso de Biologia, mostrou-se preocupado quanto ao fortalecimento da autonomia da Universidade, item considerado por ele como um dos mais importantes na elaboração do novo Estatuto. Já o servidor Nivaldo Assis, diretor da Imprensa Gráfica da Uefs, destacou que a modernização do Estatuto tornará a Universidade socialmente referenciada, capaz de atender às demandas das comunidades interna e externa.

   O Seminário contou com a participação da professora Norma Almeida, que representou a Associação dos Docentes da Uefs (Adufs). O Sindicato dos Servidores (Sintest) foi representado por Rubislan Passos e o Diretório Central dos Estudantes (DCE) por Cléo Lima.

   As discussões prosseguiram à noite, no auditório do módulo 4. O professor José Edílson Amorim fez nova abordagem da experiência da UFCG. Logo depois, foi realizado debate e encaminhamentos sobre a Estatuinte.

Assessoria de Comunicação/Uefs

Feira de Santana, 5 de dezembro de 2007.